terça-feira, 31 de julho de 2012

CURIOSIDADES SOBRE AS OLIMPÍADAS/ 2.012- LONDRES...

 2012 OLIMPÍADAS - LONDRES
O mais forte símbolo olímpico. Os cinco aros interligados, nas cores azul, amarelo, preto, verde e vermelho representam a união entre os cinco continentes, e pelo menos uma de suas seis cores (aqui vale também o branco, cor de fundo da bandeira), está presente na bandeira de cada um dos países participantes.
            Este ano teremos uma grande festa do esporte que reunirá atletas do mundo todo em Londres, Inglaterra: são as Olimpíadas 2012! Já imaginaram os preparativos e a responsabilidade desses atletas para representar seus respectivos países?
            Deve ser realmente muito emocionante para quem se prepara por muitos anos e conquista uma vaga neste evento!
            Não foram poucos os atletas que já vivenciaram essa emoção, pois a origem dos jogos olímpicos está na Grécia Antiga. Vale a pena conhecer essa história...

                                        A origem e a história
            Os jogos olímpicos tiveram sua origem na Grécia Antiga, aproximadamente 2.500 anos a.C., e o principal motivo desse evento era homenagear Zeus, que era o deus mais importante para os gregos. Assim, era uma festividade com uma mistura de religião e esporte, mas muito importante para aquela civilização.           Acontecia na cidade de Olímpia e inicialmente foi chamado de Festival Olímpico, desde o início aconteciam a cada quatro anos, com poucas modalidades de esportes para competição: boxe, corrida, salto em comprimento, remo, corrida de mensageiros e trombeteiros e luta livre.
            Em 392 d.C. tem início um longo período de interrupção dos jogos olímpicos, isso porque Teodósio I, imperador romano, converteu-se ao cristianismo, proibindo a realização de qualquer festividade pagã, incluindo os Jogos Olímpicos. Passaram-se dezesseis séculos sem este evento, até que, em 1894, com o objetivo de retomar o espírito esportivo da era grega e enaltecer os esportes, cria-se o COI - Comitê Olímpico Internacional, liderado por Pierre de Fredy – o Barão de Coubertin, com o apoio de representantes de 15 países, decidem por reiniciar as Olimpíadas, agora da era Moderna. A cidade escolhida para este recomeço não podia ser outra senão Atenas que nessa primeira edição contou com a participação de 285 atletas de 13 países.

                                       União e paz entre os povos
            Desde sua origem as olimpíadas marcam a união entre os povos, pois na Grécia Antiga as guerras paravam no período de realização dos jogos e era considerado um pecado muito grave alguém penetrar armado na Elida, região onde ocorriam os jogos.
          Também, desde a retomada das olimpíadas da Era Moderna, há o predomínio da união entre as nações, servindo como exemplo de cooperação e união, que começa pelos atletas, mas repercute em cada país.
                                       Próxima parada: LONDRES
            A cidade que vai sediar as olimpíadas de 2012 será Londres, na Inglaterra. Esta cidade já sediou jogos olímpicos por duas vezes, em 1908 e 1948.
Para este ano a programação já está fechada, incluindo datas, horários e instalações em que serão disputadas as mais de 600 competições esportivas. Segundo informações do comitê olímpico, os jogos vão começar com o futebol feminino em 25 de julho, dois dias antes da cerimônia de abertura. Já a abertura oficial será às 19h30 (horário de Londres), no dia 27 de julho de 2012, no Estádio Olímpico, construído na capital britânica. O dia 4 de agosto é considerado o "supersábado" dos jogos por reunir o maior número de competições.
            As modalidades de esportes:(para conhecer melhor cada esporte, clique em cima do nome)
            As mascotes escolhidas para essa olimpíada são Wenlock, a mascote das Olimpíadas, tem origem na cidade de Much Wenlock, porque foi lá que o Barão de Coubertin assistiu a jogos esportivos e teve a ideia de criar as Olimpíadas da era moderna. Já Mandeville, mascote das Paraolimpíadas, é uma referência ao Stoke Mandeville Hospital, onde nasceu o movimento paraolímpico. Elas tem poucas características humanas, e a história contada por seu criador, Michael Morpurgo, é muito parecida com a história de Pinóquio, pois os dois personagens foram criados a partir de pedaços de metal que sobraram da construção do estádio olímpico e ganharam vida, de forma mágica, depois de serem esculpidos por um avô.

CONTA CORRENTE: INTERPRETAÇÃO DE TEXTO E HISTÓRIAS MATEMÁTICAS/5º ANO...

1)      Texto para leitura e reflexão:

                         CONTA CORRENTE

             Imagine que você tenha uma conta corrente e a cada manhã acorde com um saldo de R$ 86.400,00.
            Todas as noites o seu saldo é zerado, mesmo que você não tenha conseguido gastá-lo durante o dia. O que você faz? Você gastaria cada centavo, é claro!
            Todos nós somos clientes deste banco que estamos falando.
            Chama-se “TEMPO”! Todas as manhã, credita-se para cada um 86.400 segundos. Todas as noites o saldo é debitado como perda.
            Não é permitido acumular este saldo para o dia seguinte. Todas as manhãs a sua conta é reinicializada, e todas as noites as sobras do dia se evaporam. Não há volta. Você precisa gastar vivendo no presente o seu depósito diário. Invista, então, no que for melhor: na sua saúde, felicidade, sucesso!
            O relógio está correndo. Faça o melhor para o seu dia-a-dia.
            Valorize cada momento que você tem! E valorize mais porque você deve dividir com alguém especial, especial o suficiente para gastar o seu tempo junto com você.
                                                                                                                     Autor Desconhecido

2) Pense e escreva...
a) Como você administra seu dia?
b) Quais as suas prioridades?
c) Descreva como é seu dia:
d) Indique algumas atitudes que você gostaria de mudar, na sua rotina, para reaproveitar melhor o seu tempo:
e) Você tem alguma ideia para o mundo se tornar melhor? Qual?

3) Numere os parágrafos do texto.
4) Retire do texto:
a) uma frase interrogativa:
b) uma frase exclamativa:
d) dois substantivos comuns:
e) um artigo definido, masculino e singular:
f) um pronome pessoal do caso reto:
g) dois verbos no infinitivo:
h) um verbo no presente:
i) uma palavra oxítona:

5) Copie o 1ª parágrafo, no caderno de caligrafia, escrevendo a quantia em REAIS por extenso:

6) Resolva:
a) Pedro foi ao banco pagar uma conta no valor de R$ 84,00. Entregou para o caixa uma nota de R$50,00, uma de R$20,00 e mais duas de R$10,00. Quanto Pedro recebeu de troco?
Cálculos:                                                                               R:_______________________________

b) Ana tem em sua conta bancária R$285,00. Foram depositados mais R$215,00. Qual o saldo da conta de Ana?
Cálculo:                     P.R:                                                       R:_______________________________

c) Carlos sacou de sua conta bancária o valor de R$456,00 para repartir igualmente entre seus 4 filhos para comprarem os uniformes da escola. Quanto cada filho recebeu?
Cálculo:                     P.R:                                                       R:________________________________

7) Complete:
a) Um dia =____horas
b) Uma hora=____min.
c) Um minuto =____seg.

      
         OBS: Muitas outras atividades podem ser trabalhadas. Ex: relógios com os horários das atividades do dia-a-dia, tanto na escola como em casa.         
        O tempo é algo que não se pode controlar, o tempo não para, portanto, evite perder o tempo com afazeres desnecessários, isso poderá atrapalhar ainda mais tudo e te deixar mais estressado ainda por sua organização não ter dado certo. Separe suas tarefas por prioridades, pois existem coisas que não podem ser adiadas, então dê uma prioridade alta para essas tarefas. Se possível faça isso antes de distribuir as tarefas de cada dia, separe cada tarefa que fará na semana pela sua prioridade, isso facilitará muito sua organização. 
       Feito isso você verá como seu tempo irá render e não esqueça de separar aquele tempinho para a família e para o seu lazer, ninguém é feliz vivendo somente para trabalhar. Iato vai lhe ajudar a administrar melhor o seu tempoe ter melhor qualidade de vida.
           
8) Marque no relógio:
17h do dia 27 de julho de 2012: Abertura das Olimpíadas 

*** Os Jogos Olímpicos de Verão de Londres 2012 (Jogos da XXX Olimpíada) realizados em Londres, Inglaterra, Reino Unido, entre 27 de julho a 12 de agosto de 2012.
      

quarta-feira, 25 de julho de 2012

ORAÇÃO DO BOM TRABALHO: PERFIL DO TRABALHADOR PALOTINO...

Reunião com os funcionários- Encerramento do 1º semestre

1) A Escola de Ensino Fundamental Vicente Pallotti é um local que incentiva a humanização e a valorização da vida em busca de uma cultura de paz e solidariedade.
Como Escola Católica nosso trabalho é orientado pelo projeto de vida de São Vicente Pallotti. Ele viveu há aproximadamente 150 anos, tendo uma visão muito clara do Projeto de Deus, o que na perspectiva da Igreja do 3º milênio, torna-o um Santo atual. Por isso tem muito a nos ensinar. Na sua época, num contexto social bem mais difícil, ele lançou alguns desafios, que ainda hoje são de vital importância para nós. Vejamos alguns destes desafios:
"Educação: Missão de todos, tarefa de cada um."

Participação de Todos: Ele acreditava que todos os cristãos são responsáveis pela fé, pelo amor, e pela caridade. De uma maneira ou de outra, todos podem e devem participar, se empenhar na evangelização do mundo.
Este desafio também fica para cada um de nós.
Todos da Escola de Ensino Fundamental Vicente Pallotti desenvolvem sua ação de acordo com os princípios cristãos e o carisma palotino.
PERFIL DO TRABALHADOR PALOTINO
→Seguidor da pedagogia e do carisma palotino, vivenciando-os.
→Exemplo de uma prática solidária, humana e cristã.
→Comprometido com a sua função.
→Respeitador das diversidades, aceitando o outro como ser único.
→Companheiro dos alunos e colegas de trabalho.
→Crítico, reflexivo, ético, observador.
→Carismático, humilde, acolhedor, solidário, alegre.

2) Técnica: Delegando funções
Cada participante, delega uma função para um colega, escrevendo no papel. Após, comenta-se sobre a dificuldade ou facilidade que tiveram para delegar uma função. Então, muda-se de ideia e a própria pessoa cumprirá a função que escreveu.
Comentário reflexivo sobre a função de cada um.(comprometimento, ética, respeito...)

Cumprindo as funções...
3) Para encerrar nossa reunião, oferecemos à cada um dos funcionários esta oração, que resume o perfil do trabalhador pallottino.

ORAÇÃO DO BOM TRABALHO!
Comece o seu dia com alegria,
não deixe nunca o problema de casa
Contaminar o seu expediente de trabalho.
... ISSO SE CHAMA OTIMISMO.


Se organize, faça o seu plano de trabalho,
comece os seus afazeres com lisura,
presteza e limpeza.
Procure sempre ser MAIS do que ser MENOS.
Para o SISTEMA você é uma estatística.
Para o seu superior você é imprescindível.
... Isso se chama RESPONSABILIDADE.


Faça tudo, para que o seu
Ambiente de trabalho seja sempre
Harmonioso e saudável.
... ISSO SE CHAMA QUALIDADE DE VIDA.


Trabalhe, respeitando, o direito de cada um,
Respeitando sempre a individualidade de cada colega, ajudando-o, incentivando-o, orientando-o, ensinando-o nas suas dificuldades.
... ISSO SE CHAMA SOLIDARIEDADE.


Jamais trabalhe com ira, revolta, mau humor,
isso atrai violência, discórdia, desconfiança, empatia e maldade.
... ISSO SE CHAMA RESPEITO.


Procure sempre ser amável, solicito, mesmo se você não tem aptidão ou não gosta do que faz, use sempre a sua função para o bem estar da coletividade, para servir, não importa, se ela é humilde, o mais importante é que ela tem uma missão: Construir a paz.
... ISSO SE CHAMA PROFISSIONALISMO.


Agradeça sempre a DEUS, pelo que você é, pelo que faz, pelo pão de cada dia, fruto do suor de seu trabalho e de tudo aquilo que aprendemos de bom no decorrer de nossas vidas.
Peça sempre força para ser digno e incorruptível na alegria e na tristeza.
... ISSO SE CHAMA FÉ.
Bosco
Texto Adaptado
Obrigado pela ajuda!
Com carinho...
Escola Vicente Pallotti

sábado, 14 de julho de 2012

PROJETO 5º ANO: "MINHA COMUNIDADE, MINHA RESPONSABILIDADE..."


Passeio na vila- Professora, alunos do 5ºAno e Assistente Social
1ª atividade do projeto, para realização da pesquisa, que servirá de base para efetivação deste trabalho interdisciplinar
JUSTIFICATIVA:
            O papel da escola mudou e não se centraliza mais em si mesma. Abre-se cada vez mais ao diálogo e abandona conceitos cristalizados. Quanto mais se aproxima dos pais, quanto mais mantém com eles uma parceria afinada, mais alcança a identidade cultural do aluno, os aspectos sociológicos que o cercam e uma aprendizagem real e efetiva.
            A desmotivação do aluno é conseqüência da distância entre a sala de aula e o seu cotidiano. A escola deve criar um ambiente que tenha a ver com seu mundo, evitar choque cultural, evitar que ele se sinta “um estranho no ninho”.
            A escola deve achar um canal de comunicação com a comunidade, deve estimular os pais a participarem da vida da escola, de sua gestão, transformando-os em aliados. Deve rediscutir suas propostas curriculares, montar projetos educativos que a referendam na sua comunidade, em termos de atuação social.
         Considerando o interesse dos alunos pelo local onde vivem, percebeu-se a necessidade da elaboração deste projeto, para efetivação de uma aprendizagem mais eficaz e prazerosa que valorize os conhecimentos prévios dos alunos.
OBJETIVO GERAL:
            Construir junto com os alunos e familiares, o sentimento de pertencimento à comunidade, criando-se assim a necessidade de cuidar e responsabilizar-se pelo local onde estão inseridos, cultivando e praticando os valores palotinos.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
• Ampliar o bom relacionamento com a comunidade.
• Estreitar e fortalecer as relações interpessoais de amizade, de solidariedade e respeito.
• Fortalecer o interesse dos alunos pelo aprendizado e aproximar a família da escola.
• Incentivar a leitura, por meio de contadores de histórias, oficinas de leitura, etc.
  Proporcionar atividades educativas, culturais e de lazer que colaborem com o resgate de valores éticos.
• Melhorar da auto-estima do aluno.
• Aumentar a participação dos pais na rotina escolar.
Conhecer como surgiu a comunidade em que vivem.
  Trabalhar a Educação ambiental para atuarem, no meio em que vivem, com vistas na sustentabilidade.
• Enriquecer as aulas de leitura e escrita, tornando-as mais dinâmicas e participativas, utilizando os conhecimentos sobre a comunidade da Vila Renascença.
• Incentivar a pesquisa.
Prestigiar sua própria história, contada através de todo o material coletado e organizado pelos alunos e  pessoalmente pelos entrevistados, promovendo a interação.
• Garantir ocasiões para troca de informações, de ideias e opiniões, em sala de aula
Envolver o educando, com os reais fatos da realidade da qual é parte integrante.

Expressar através das diferentes vivências, de tal modo que possam explorar com melhor eficiência, suas potencialidades em favor de uma melhor qualidade de vida e saúde, seja no âmbito familiar, social e espiritual de cada um. Conhecer as ações locais realizadas (companhia de energia, água, responsáveis pelo lixo, representante da prefeitura e dos moradores da vila).
• Envolver alunos e familiares na gestão participativa da vila, e buscar conscientizá-los para o fato de que suas ações positivas remeterão a melhoria de vida.
• Trabalhar a conscientização do papel da cidadania e envolver todos na busca pelo bem comum.
• Desenvolver princípios da democracia, como: participação, respeito e solidariedade.
METODOLOGIA:
            O projeto se utiliza da transversalidade – transposição dos conteúdos sociais para os escolares, quando os conteúdos se tecem como numa rede – e da interdisciplinaridade, da maneira de como trabalhar os conteúdos. Na interdisciplinaridade, as diversas disciplinas se complementam, se interligam, sem que, contudo, venham a perder sua linguagem própria, sua individualidade. A  partir das especificidades constrói-se a integração.
            A escola irradia-se por toda a comunidade, espalha o exercício da cidadania. O projeto põe ênfase na criatividade individual, grupal, buscando soluções para situações de risco, para contenção da violência, da criminalidade e outros. Mobilizar a escola e comunidade na busca de respostas à problemática social de diversas ordens. A grande arma está numa metodologia criativa, diversificada.
            O professor poderá garantir ocasiões para troca de informações, de idéias, de opiniões, em sala de aula, organizando-a para momentos coletivos, quando terá a oportunidade de contemplar a diversidade apresentada. Não deve reduzir as diferenças, antes, aproveitar a variedade de respostas, promovendo troca entre elas. Poderá garantir momentos individualizados, quando o professor conhecerá melhor cada aluno em sua idealização.
            Este projeto traduz-se em trabalhos coletivos, articulados, envolvendo escola, alunos, pais e comunidade, numa metodologia interativa e de cooperação. É a escola se inserindo em sua realidade, promovendo efetivo desenvolvimento social de sua comunidade. Coloca o eixo na formação da cidadania e incentiva, por parte da comunidade, todas as formas de participação: consultas sobre a escolha de temas, entrevistas, palestras, visitas localizadas etc. Premia o aluno-cidadão frente aos problemas sociais, politizando-o, espalhando sementes politizadoras por toda a comunidade. Quanto mais consciência da situação social, quanto mais intervém nessa situação, quanto mais campanha cidadã, mais capaz o indivíduo vai se tornando e mais facilmente atingem-se os objetivos. O projeto aproxima a comunidade da escola e vice-versa. A escola passa a ser o fermento de ações sociais educativas.
RECURSOS:
            Passeio, relatos, entrevista, leituras, histórias contadas, pesquisas, palestra, informática, Power point, produção textual, desenhos, fotos...
ATIVIDADES:
                Passeio na comunidade- Reflexão das entrevistas e texto coletivo com os resultados- Histórias contadas pelos moradores- Montagem de Power point sobre a vila- Composições através de desenhos e colagens- Oficina de educação ambiental, para ser trabalhada com os alunos e a comunidade, envolvendo temas como o aquecimento global, água, utilização da energia e suas fontes alternativas, resíduos sólidos urbano (lixo) e saúde.
AVALIAÇÃO:
            A avaliação será no decorrer de todo processo e com a participação da comunidade, sendo levada em consideração a ação de todos para efetivação do projeto.
DURAÇÃO: dois meses
*** É importante o aluno saber que o resultado de sua pesquisa poderá servir de utilidade pública. De nada adianta investir numa pesquisa que não serve para algum segmento da população ou para a vida prática do educando.
            O projeto irá destacar aspectos que levem a um produto final, destinado ao uso da escola e da comunidade como um todo. “Não basta saber, é preciso aplicar; não basta querer, é preciso, também, agir”. (Goethe).
FONTES DE PESQUISA:
DEMAJOROVIC, J. Sociedade de risco e responsabilidade social: perspetiva para a educação corporativa. São Paulo: Senac, 2001.
FARRET, F.A. Conversão do lixo em energia. Revista Ciência & Ambiente/ Lixo Urbano. Editora UFSM (Universidade Federal de Santa Maria), 1999.
JACOBI, P. Educação ambiental, cidadania e sustentabilidade. Cadernos de Pesquisa, n. 118, março/ 2003, p. 189-205.
Adaptação: Profª Janete Motta e Profª Neci Righi (projeto em construção, sujeito à mudanças após o questionário aplicado)
ANEXOS:
Projeto 5º Ano: Minha comunidade, minha responsabilidade...
Nome:_______________________ Data:_______________
As Relações Sociais entre a nossa escola e a comunidade: Questionário para debate em sala de aula
Família
• Participa das atividades escolares?
• Como? Quando?
• Com que freqüência?
Escola
• É aberta a comunidade? Por quê?
• As relações internas, na escola, são harmoniosas? Justifique:
• É organizada? Comente:
·         Existem conflitos? Quais?
·         Sugestões para a escola melhorar:
Comunidade
• A relação entre as pessoas, na comunidade, é produtiva e harmoniosa? Explique:
·         Existem conflitos? Quais?
• Como a comunidade vê a escola?
·         Sugestões para a comunidade melhorar:

*** A escola agradece a colaboração dos familiares no processo ensino aprendizagem.

ESCOLA VICENTE PALLOTTI: JESMA...

         Ocorreu no dia 05/05/2012, no ginásio do Centro Desportivo Municipal a solenidade de abertura do JESMA 2012 de Santa Maria. O evento marcou o início dos jogos que se estende até o mês de novembro.
         O Jesma deste ano contará com 251 equipes ao total. Destas, 98 disputarão partidas de futsal, 36 de handebol, 24 de basquete, 33 de voleibol e 25 de futebol de campo. Além disso, 10 times estão inscritos para o atletismo, 15 para xadrez e outros 10 para as provas de rústica.
Abertura
Alunos e professor de Educação Física, da Escola Vicente Pallotti, estão participando deste evento.


O QUE É JESMA?

Capítulo I
       DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES
  Art. 1º - Este Regulamento é o conjunto das disposições que regem os JESMA/12 - Jogos Escolares de Santa Maria.
  Art. 2º - Os JESMA são promovidos pela Prefeitura Municipal de Santa Maria, através da Secretaria de Município de Juventude, Esporte, Lazer, Idoso e Criança, buscando através deste evento, garantir às Escolas de Santa Maria a participação nas ações referentes ao esporte e ao lazer no município.
  Art. 3º - São objetivos dos JESMA:
               Objetivo Geral:
   - Incentivar a participação da comunidade escolar Santa-mariense nas atividades propostas pelo JESMA, contextualizando o desporto como meio de educação.
           Objetivos Específicos:
 -   Estimular a iniciação e a prática esportiva entre os escolares, de acordo com seus níveis, independente de seus talentos, assegurando aos mesmos o acesso a esta prática, oferecendo atividades que proporcionem a participação do maior número possível de alunos;
-  Contribuir para a socialização e formação integral do aluno, possibilitando a ocupação do tempo livre do estudante e incentivando hábitos saudáveis;
-  Incentivar a integração entre a escola e a comunidade através da atividade esportiva, reforçando a cooperação e a solidariedade entre as escolas participantes.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

ENCERRAMENTO DO 1º SEMESTRE...

        Programamos para o último dia de aula, do 1º semestre, uma manhã e uma tarde de confraternização entre professores e alunos, com atividades diferenciadas e divertidas. Agradecemos a colaboração dos pais por tornarem este momento ímpar! Boas Férias aos alunos e professores!!!
       Confira as atividades!
Anos Finais- Festinha e Futebol no campo
Professoras participando do futebol feminino
Anos Iniciais- festinha e chocolate quente
Brindes da Revista Rainha- para turma que participou enviando desenhos
Futebol de Pano

quarta-feira, 11 de julho de 2012

MENSAGEM AOS PROFESSORES: ENCERRAMENTO DO 1º SEMESTRE...

A árvore dos meus amigos
                Existem pessoas em nossas vidas que nos deixam felizes pelo simples fato de terem cruzado o nosso caminho. Algumas percorrem ao nosso lado, vendo muitas luas passarem, mas outras apenas vemos entre um passo e outro.
                A todas elas chamamos de amigos. Há muitos tipos de amigos. Talvez cada folha de uma árvore caracterize um deles. O primeiro que nasce do broto é o amigo pai e mãe. Mostram o que é ter vida.
                Depois vem o amigo irmão, com quem dividimos o nosso espaço para que ele floresça como nós.
                Passamos a conhecer toda a família de folhas, a qual respeitamos e desejamos o bem.
                Mas o destino nos apresenta outros amigos, os quais não sabíamos que iam cruzar o nosso caminho. Muitos desses denominados amigos do peito, do coração. São sinceros, são verdadeiros e nos trazem muitas alegrias.
                Mas também há aqueles amigos por um tempo, talvez umas férias ou mesmo um dia ou uma hora.
Esses costumam colocar muitos sorrisos na nossa face, durante o tempo que estamos pertos.
                Falando em perto, não podemos esquecer dos amigos distantes. Aqueles que ficam nas pontas dos galhos, mas que quando o vento sopra, sempre aparecem novamente entre uma folha e outra.
                O tempo passa, o verão se vai, o outono se aproxima, e perdemos algumas de nossas folhas.
Algumas nascem num outro verão e outras permanecem por muitas estações. Mas o que nos deixa mais feliz é que os que caíram continuam por perto, continuam alimentando a nossa raiz com alegria através das lembranças de momentos maravilhosos enquanto cruzavam o nosso caminho.
                Desejo a você, folha de minha árvore. Paz, Amor, Saúde, Sucesso e Prosperidade.
                Hoje e sempre . . . Simplesmente por que: Cada pessoa que passa em nossa vida é única. Sempre deixa um pouco de si e leva um pouco de nós.
                Esta é a maior responsabilidade de nossa vida e a prova evidente da nossa missão como Educador Pallottino.
                Que os nossos alunos possam levar com eles um pouco de nós, através dos nossos ensinamentos, não só de conteúdos, mas também de vida, de amor e esperança.
                Desejamos a você, educador, um bom descanso nestas férias de julho!

                Com carinho... Escola E.F.Vicente Pallotti/2.012

domingo, 8 de julho de 2012

FESTA JUNINA: ViP/ 2012

             Junho é o mês das alegres e coloridas Festas Juninas. Neste período, praticamente em todo o Brasil, são construídos os chamados arraiais. As Festas Juninas têm por objetivo principal homenagear três santos: Santo Antônio, no dia 13, São João, no dia 24, e São Pedro, no dia 29.
Turma do 3º Ano- A origem das Festas Juninas e os  Santos do mês de junho
                Os lugares onde as festas acontecem são variados. Escolas, ruas, praças e clubes são decorados com bandeirinhas. Barraquinhas são montadas e fogueiras de todos os tamanhos ardem para alegrar o ambiente e espantar o frio dessa época. Diferentes quitutes são oferecidos, usualmente comidas típicas, como canjica, pé-de-moleque, pipoca, amendoim torrado e batata-doce. A bebida mais servida é o quentão. O ponto culminante nas Festas Juninas é a dança da quadrilha, oportunidade em que várias danças enchem de graça e alegria o ambiente.
              As festas juninas que se realizam no Brasil estão claramente associadas ao período em que predominou a produção agrícola no país. E a razão disso está na própria origem européia dessas festas que celebravam as boas colheitas. Assim, entre nós, por serem realizadas inicialmente nos sítios e nas fazendas, reunindo a população rural, elas passaram a ser conhecidas também como festas caipiras. Com a industrialização do país, grande parte da população brasileira se deslocou para as cidades e como habitantes de grandes centros urbanos não têm oportunidades de frequentar autênticas festas juninas, então costumam ir as Festas Juninas nas igrejas, escolas e bairro, como forma de preservar e valorizar esta tradição da cultura brasileira, estreitando os laços de amizade e respeito.
               Para iniciar nossa manhã festiva, oferecemos um delicioso café da manhã para todos.
Paródia criada pela turma do 4º Ano, alertando o perigo de soltar balões
                A Escola Vicente Pallotti utilizou um recurso muito simples para a festa: fixou painéis por toda a escola, confeccionados pelos próprios alunos, traziam curiosidades e atraiam a atenção para o evento.
Painel da turma do 5º Ano- A importância de festejar praticando as virtudes.


            Também foi organizada a "Patrulha da Limpeza", com os alunos do 6º ano, como uma das nossas atividades do Projeto "SAÚDE", orientados pela professora de Ciências, Graziele Baldoni. As crianças organizaram-se em equipes que se revezavam de hora em hora para recolher o lixo e conscientizar os colegas e visitantes sobre a saúde do ambiente. Parabéns aos alunos e professora pela iniciativa positiva!

                As mães dos alunos do 9º Ano, colaboraram trazendo doces e salgados. Os professores e outras parcerias da escola fizeram muitas doações. O objetivo foi arrecadar verba para viagem de estudos do 9º ano ao Museu da PUC e outros locais da nossa capital. Professores e funcionários empenharam-se junto com a comunidade nesta causa. 
Pescaria
               Após, foi oferecido um risoto para a equipe de mães, professores e funcionários com a participação do nosso Diretor Administrativo, Pe. Clésio Facco e profissionais do Centro de Convivência Pallotti. Obrigado a todos!

domingo, 1 de julho de 2012

ARTES E FILOSOFIA: A ARTE E O BELO......

          Na atividade lúdica, o que importa não é apenas o produto da atividade, o que dela resulta, mas a própria ação, o momento vivido, que é o encontro consigo e com o outro, momentos de fantasia e de realidade, de ressignificação e percepção. O que traz ludicidade para a sala de aula é muito mais uma atitude lúdica do educador e dos educandos, pois assumir essa postura implica sensibilidade, envolvimento, não somente uma mudança cognitiva, mas, principalmente, uma mudança afetiva.
            O momento lúdico não pode ser visto apenas como diversão, como se fosse um momento de “não-aprendizagem”, de entretenimento, que não fizesse parte da necessidade do ser humano, principalmente na educação de crianças, mas, sim perceber que o desenvolvimento do aspecto lúdico facilita a aprendizagem, seja no âmbito pessoal, social e cultural, facilitando os processos de socialização, comunicação, expressão e também de construção do conhecimento.
            Diante disso, ressaltamos a importância da arte como facilitadora do lúdico na sala de aula, por meio, neste caso, da massinha de modelar(6º Ano), visando perceber a possibilidade de trabalhar a interdisciplinaridade, em propostas que valorizam a criatividade, o cultivo da sensibilidade, a busca da afetividade, proporcionando assim, vivências lúdicas, experiências artísticas que se utilizam da ação da linguagem e da escrita, tendo no manuseio da massinha de modelar sua fonte dinamizadora.
Pontos Turísticos de Santa Maria: 6ºAno
Praça Saldanha Marinho e Viação Férrea
            De acordo com Vygotsky, é no brinquedo que a criança aprende a agir numa esfera cognitiva.             Segundo o autor a criança comporta-se de forma mais avançada do que nas atividades da vida real, tanto pela vivência de uma situação imaginária, quanto pela capacidade de subordinação às regras.
            Fazer a arte brincando, faz com que o lúdico se torne essencial na aprendizagem dos educandos.
            Este trabalho, com massinha de modelar, permitiu que representassem os conhecimentos sobre os principais pontos turísticos de Santa Maria, tendo em vista que trabalharam na disciplina de Artes e Filosofia este assunto, das mais diversas formas, como: projeto e pesquisa, Power point, desenhos e textos produzidos pelos alunos. Cada ano fez um trabalho diferente.
Planetário
Projeto de Artes e Filosofia: 9º Ano
A beleza e o belo na história de nossas vidas
Profª Mara Beatriz Nascimento e Profº Marcelo José Soares
Objetivos: Perceber a Arte como forma de expressão de valores.
Despertar o pensar crítico, a sensibilidade e a postura cidadã no contexto social que vivemos.
Ampliar o olhar filosófico, postura cidadã e transformadora, buscando novos valores e atitudes de preservação destes patrimônios.
Visitar museus e espaços importantes da nossa cidade, para promover a interligação de conteúdos destas disciplinas com a realidade.